Nota

Seis de Outubro

7 out

“You’re about to see and hear one of the most significant messages given to us by god”

Seis de outubro. Para alguns é apenas um dia como qualquer outro. Mas sei que há um grupo de pessoas em Porto Alegre que consideram um dia muito importante, eu inclusive. Em especial seis de outubro de 2008. Esse dia pode ser lembrado e descrito de inúmeras maneiras, pois muitas coisas aconteceram. Eu diria que foi um dia bem completo, talvez com excesso em alguns pontos. Mas hoje, mesmo depois de quatro anos, posso dizer que valeu muita pena ter passado por todas essas emoções. Não apenas pelas lembraças daquele dia, mas principalmente pelas amizades que foram contruídas e reforçadas com todas as emoções vividas. Amizades que foram conservadas até hoje e espero que durem muitos anos.

Seis de outubro pode ter um significado diferente para cada pessoa, assim como um show pode ser visto de diversas visões diferentes. A fã que chora na grade vê de uma forma diferente da que a mãe que veio acompanhar a filha menor de idade vê que, por sua vez, vê de uma forma diferente da que o cambista e o vendedor de camisetas na frente do local veem. Queremos encontrar uma forma de mostrar cada um desses lados que são, muitas vezes, subestimados. Mostrar que, por trás de cada grande show, cada grande banda, há pessoas e suas respectivas histórias, que podem não parecer tão importantes, mas que acabam tendo um papel significativo.

Seis de outubro vai muito além do show, da banda e da música. Para mim, essa data não é apenas números, mas sim um sentimento, uma emoção compartilhada entre nós, fãs.
Ao mesmo tempo em que seis de outubro é tudo, para alguns, é nada – e são exatamente esses que queremos convencer que não, seis de outubro não é nada. Esse blog é para os que acham idiotice dormir dias na fila de um show, para os pais que se prestam a levar seus filhos para ver bandas que eles nunca ouviram falar, para aqueles que entendem que fã vai muito além do cd comprado, para os promotores, staffs, seguranças (sim, até vocês) e todas aquelas pessoas que dão vida aquele momento lindo que é o show.

Eu não sei bem o que a gente quer com esse blog. Talvez muita coisa – um emprego, um futuro – talvez nada demais, só passar o tempo mesmo. Contar pros outros um pouco do que falamos umas pras outras. Mostrar aqueles detalhes que parecem passar despercebidos e a gente nota até demais. Compartilhar um pouco daquilo que nós gostamos e também um pouco daquilo que não gostamos. Por que fazer isso? Acho que a pergunta é por que não fazer? A gente gosta tanto de falar… esperamos que talvez um dia alguém também goste de ler. Música, reflexões aleatórias sobre o mundo e a vida, algumas reclamações. E como o nome é Seis de Outubro, podem vir alguns surtos de brinde também. Porque, no fim, seis de outubro não é cada uma de nós e sim todas nós juntas, é só assim que ele funciona. Talvez esse blog fizesse mais sentido em 2008 e talvez a gente fizesse mais sentido em 2008. Mas tá ali no subtítulo ó: “it’s always better late than never” e a gente quer que vocês compartilhem a vista também.

PS:  Só é meia-noite depois que a gente dorme.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: