Sobre computadores estragados e desespero

12 nov

Quem nunca passou pela tragédia de perder todas suas músicas? Bom, eu estou passando por isso agora e não me surpreendo com o meu desespero.

Tudo começa quando em um belo dia seu notebook resolve não ligar. Você tenta e tenta, mas nada acontece. Conformado, você leva aquele objeto que contém (no meu caso) boa parte das coisas importantes que tu tem na vida. Fotos, vídeos, filmes, séries, textos – e as tão amadas músicas – para alguém consertar.

Mas tudo bem, você ainda tem esperança que o técnico vai telefonar e falar que não foi nada, que tudo ficou bem. No meu caso, a notícia veio pela minha mãe. Quando ela chegou em casa sem meu notebook eu já sabia o que viria a seguir. Ela até estava animada e não entendeu minha decepção quando disse que compraria um notebook novo para mim.

É difícil para alguém entender porque eu preferiria o computador velho, com o teclado completamente gasto e milhares de pastas bagunçadas contendo todo o tipo de música.

E é estranho, porque se a gente para pra pensar não é um problema muito grave. Afinal, é só baixar as músicas de novo, pegar com amigos, sei lá. Mas sofro por aquele CD’ s que demorei horas para conseguir baixar e aquelas músicas aleatórias que alguém me mandou anos atrás ou que falaram para eu baixar. Nunca mais vou lembrar quais eram, mesmo que gostasse da música.

Isso sem falar nas playlists, pois sempre tive o hábito de montar a setlist dos shows em meu computador. Sabe, para quando der saudades daqueles momentos. E acreditem, foram muitos shows. Ou então quando tu acorda e pensa: Bá, vou colocar uma música enquanto me arrumo pra aula. Não, esquece isso. Se quiser música vai ter que procurar na internet ou ouvir o pouco que sobrou no celular – ou qualquer outra coisa que tu use pra ouvir música. Às vezes chego a esquecer que não estou mais usando meu computador e abro o Itunes tranquilamente, lembrando daquela banda aleatória que tá abandonada há séculos. Ai quando o programa abre é aquela depressão, porque só tem dois ou três CD’s que tu teve tempo de baixar e fica ouvindo repetidamente.

Espero, sinceramente, que eu não seja a única pessoa que é tão apegada as suas músicas. Talvez esse tenha sido o motivo para escrever tudo isso. Às vezes compartilhar o sofrimento – e a loucura – faz as coisas parecerem melhores.

@crisbastianello

Uma resposta to “Sobre computadores estragados e desespero”

  1. Andrew 12/11/2012 às 21:14 #

    Nada mais triste que perder todos os seus arquivos. =\ (sem contar a raiva/preguiça de pensar em baixar tudo de novo)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: